segunda-feira, 19 de julho de 2010

A História da Criação



Esse texto nos foi enviado por um camarada e vai para homenagear um dos maiores vocalistas e pessoas (apesar de medir 1,59m) que esse mundo já viu (quer dizer ouviu, porque ninguém via o nanico) Ronnie James DIO (R.I.P.)


No início, Dio criou o violão. E Dio ficou feliz com sua criação mas não satisfeito, visto a imensidão de possibilidades. Logo após uma ou duas doses de Jack Daniel's ele fez a GUITARRA e ficou maravilhado com sua criação.

Pensando que poderia ir ainda além, Dio criou o cavaquinho, mas vira que fizeste merda, então reservou seu novo invento.

Após alguns dias, novamente inspirado com um ou dois "on the rocks", Dio criou a BATERIA, e ficou novamente maravilhado com o que acabara de conceber. Ainda pensando nas possibilidades, ele criou o tamborim e novamente teve a sensação de que fizera merda. Ele guardou também o tamborim.

As criações que foram guardadas pela insatisfação do criador foram um dia descobertas pelo anjo caído, Rodriguinho, que os entregou aos homens para atos musicais infiéis.

Deste então, Dio percebeu que o anjo caído possuía um exército de seguidores, que deturpavam a sua criação e ainda usavam armas poderosíssimas contra sua Heavy vontade, colocando mulheres altamente gostosas para dançar. Então Dio se enfureceu, e com o estrondo de um trovão ele criou o BAIXO.
As criaturas malévolas, aliadas com luthieres infelizes, criaram o baixo de 6 e 7 cordas (possivelmente até mais), e Dio retrucou: - Isso se chama harpa! Mas a horda do mal não entendeu o que ele dizia.

Dio ainda sentia que faltava algo para que fosse possível um embate entre suas forças e as abnegações musicais criadas, então... Ele convocou seu anjo DAVID COVERDALE para que levasse aos homens o ensinamento do VOCAL.

Furiosos, a horda do mal então nomeou Belo como seu evil sacerdote, nomeando também Netinho para sumo sacerdote, e eles deveriam perpetuar o anti-ensinamento do vocal.

No ápice de sua fúria, Dio convocou uma reunião ultra, mega, super importante para que seus novos sacerdotes pudessem ensinar os diferentes vocais da Heavy Metalismo para seus seguidores. Foram então nomeados: Rob Halford, Tony Martin, Bruce Dickinson, Ralph Sheepers, Tim Ripper Owens e Lemmy.

Lemmy fora chamado para ser um sacerdote vocal, mas estava muito chapado. Dio resolveu que ele iria ser o responsável pelas inscrições dos mandamentos, mas Lemmy ainda permanecia muito chapado e não entendia o que Dio falava, muito menos conseguia talhar em pedra. Lemmy chegou a esboçar esforço em talhar a pedra mas os fragmentos da pedra cortaram-lhe a face, dando a sua característica cara horripilantemente feia.

Mas Dio gostava de Lemmy, ninguém consegue explicar o porque, mas Lemmy é um dos escolhidos. Já tendo falhado nas missões de ser um sacerdote vocal e de ser o responsável pelos mandamentos, Dio conferiu a Lemmy uma chance de redenção.

Steve Harris havia criado um líquido dourado, espumoso que ele vivia a degustar. Numa tarde de sábado Steve Harris disse a Dio: - Cê veja essa bebida que eu criei! É ótima! Dio provou e adorou, e a batizou com o nome de "Cê veja", que logo depois se tornou CERVEJA, por conta do sotaque dos paulistas.

A missão de redenção de Lemmy era trazê-la a nós, seguidores. Mas Lemmy foi além!

Ritchie Blackmore possuia uma fazenda e algumas cabeças de gado, mas sua fazenda estava em chamas, Lemmy passava por lá no exato momento e ouviu que Blackmore o chamava pedindo por socorro. Lemmy não pestanejou, correu em direção ao curral agarrou uma vaca pelos braços e atirou nas chamas, rogozijando-se de felicidade pelo seu ato espírito de porco. A vaca atirada ficara sobre o telhado, acima das chamas, e produzia um cheiro curioso... que despertou fome em Lemmy que provou um pedaço.

Lemmy então conseguiu sua redenção trazendo a nós seguidores a cerveja e o churrasco.

Dio estava contente com sua criação e a evolução e tudo que criara, mas o sentimento de que devia aumentar suas forças e ampliar seu exército ainda era latente. Resolveu Dio trazer de uma longínqua galáxia uma criatura de grande valor, seu poderoso anjo Yngie Malmsteen (por isso o Malmsteen não é humano) para que aprimorasse entre os mortais a técnica da guitarra, mas Dio viu que que sua técnica também não era humana, logo não seria possível tocar como aquele anjo intergaláctico.

Dio refletiu durante eras e foi auxiliado por Cozy Powell. Cozy disse a Dio que mandasse o Tony Iommy para disseminar a técnica da guitarra pelo mundo dos mortais. Tommy o fez com presteza, mas ele cometeu um erro e foi punido por isso.

Tony Iommy conheceu um promissor rapaz chamado Chimbinha, e teve Chimbinha como sua promessa de revelação e seu futuro sacerdote da Holly Guitar, mas Chimbinha era evil...

Todo conhecimento adquirido por Chimbinha fora usado para montar o Kalypso, profanando com um duro golpe o Heavy Metalismo. Por sua conduta e má utilização do ensinamento da holly guitar Dio castigou Chimbinha.

E Dio disse: "- Terás o cabelo mais esquisito que eu puder imaginar!" Isso explica o lay out do Chimbinha. Não satisfeito, Dio ainda o castigou mais: "- Tua mulher terá a voz mais escrota que a do Dave Mustane." E assim se fez...

Tony Iommy foi a Dio explicar que fora inocente em toda a história, porque realmente acreditava no potencial de Chimbinha e não percebera suas evil intenções, mas Dio foi implacável.

Dio tomou-se de fúria novamente e castigou Tony Iommy:
"- Tú, Tony Iommy, deste poder ao inimigo! Tú foste burro pra caralho! Qualquer dia lançarão o Guitar Hero - Chimbinha para PS2, PS3 e PC, profanando ainda mais meu nome. Tú sofrerás minha ira!"

Dio decepou-lhe o coto do dedo, tornou seu bigode indestrutível e o obrigou a ter Ozzy Osbourne como seu vocalista por anos.
Postar um comentário