terça-feira, 16 de maio de 2017

Resenha - As espiãs do dia D - Ken Follett

Olá meus caros.
Hoje é dia de resenha no canal e o livro escolhido foi "As espiãs do dia D" de um dos meus autores favoritos, o galês Ken Follett

CAPA: 

Uma capa bonita, com degradê em azul e um clima esfumaçado, perfeito para o tema de espionagem da obra.
Reparem como o nome do autor é maior que o do título do livro, uma demonstração do calibre do escritor.

SINOPSESegunda Guerra Mundial. Na fúria expansionista do Terceiro Reich, a França é tomada pelas tropas de Hitler. Os alemães ignoram quando e onde, mas estão cientes de que as forças aliadas planejam libertar a Europa. Para a oficial inglesa Felicity Clairet, nunca houve tanto em jogo. Ela sabe que a capacidade de Hitler repelir um ataque depende de suas linhas de comunicação. Assim, a dias da invasão pelos Aliados, não há meta mais importante que inutilizar a maior central telefônica da Europa, alojada num palácio na cidade de Sainte-Cécile. Porém, além de altamente vigiado, esse ponto estratégico é à prova de bombardeios. Quando Felicity e o marido, um dos líderes da Resistência francesa, tentam um ataque direto, Michel é baleado e seu grupo, dizimado.

Abalada pelas baixas sofridas e com sua credibilidade posta em questão por seus superiores, a oficial recebe uma última chance. Ela tem nove dias para formar uma equipe de mulheres e entrar no palácio sob o disfarce de faxineiras. Arriscando a vida para salvar milhões de pessoas, a equipe Jackdaws tentará explodir a fortaleza e aniquilar qualquer chance de comunicação alemã – mesmo sabendo que o inimigo pode estar à sua espera. As espiãs do Dia D é um thriller de ritmo cinematográfico inspirado na vida real. Lançado originalmente como Jackdaws, traz os personagens marcantes e a narrativa detalhada de Ken Follett. 

DADOS TÉCNICOS: 2015, 448 páginas, Editora Arqueiro, Ken Follett

SINOPSE: A junção de Ken Follett, renomado autor galês com o tema espionagem é garantia de um bom livro certo? 

Certo!

As espiãs do dia D, uma tradução não muito feliz para o original "The Jackdaws" traz o esperado para os fãs do autor e do gênero. Um livro com muito suspense e ação, do início ao fim.

PONTOS DE VISTA ALTERNADOS: Acompanhamos o andamento da trama pela perspectiva dos dois personagens principais, a oficial inglesa Flick e o oficial alemão Dieter. Ela tentando explodir uma central telefônica vital para os nazistas na França e ele fazendo de tudo para proteger a central, além de tentar pegar Flick e os outros espiões.
O autor sabe interromper e alternar de forma a deixar curioso, mas sem perder o leitor. 

VILÃO: Quem já leu outras obras de Follett sabe do talento do autor para desenvolver vilões envolventes, cheios de sentimentos, do tipo que quase torcemos por eles.
Não é diferente com Dieter. O homem que sente enxaquecas quando precisa torturar alguém, algo que abomina, é o melhor torturador entre seus pares e consegue as informações de formas bastante inusitadas.
Também acompanhamos suas paixões, relacionamento familiar e com outros membros do regime nazista. Um personagem memorável.

MEIO HOLLYWOOD: Ao ler a obra, muitas vezes parece que estamos vendo um filme. Algumas das soluções acontecem de forma um pouquinho forçosa, sempre por um triz, o que deixa tudo muito emocionante, mas tira um pouco da verossimilhança.

RELACIONAMENTOS DEMAIS: As espiãs do dia D é uma obra sobre guerra e espionagem. Ou, pelos menos deveria ser. Pode ter sido por influência de terceiros ou decisão do próprio autor, mas a história é preenchida de relacionamentos bastante desnecessários para a obra, alguns parecem pura forçação de barra para agradar à públicos mais específicos.
Essa "enrolação" acabou cobrando o seu preço no final da obra onde tudo se resolve um pouco às pressas.

CUMPRE O QUE PROMETE: Você não irá se decepcionar ao final dessa obra. Pelo contrário, ficará com aquela gostosa sensação de ter aproveitado bem o tempo passado com ela.
O que pesa contra é que, comparado com outras obras primas do mesmo autor, esse aqui fica um pouquinho abaixo, merecendo "apenas" 4 estrelas no Skoob.

E você leitor, já leu esta obra? O que achou?
E outros livros do mesmo autor?

Deixe seus comentários abaixo e vamos discutir literatura

Abraços

Dan Folter
Postar um comentário