quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Resenha - A Batalha do Apocalipse de Eduardo Spohr

Sinopse:Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o dia do Juízo Final.


Capa:


Resenha: Já faz alguns meses desde que li essa obra, mas não havia disponibilizado a resenha. O que é bom, já que me deu tempo para maturar a leitura.
ABDA (A Batalha Do Apocalipse) é o primeiro romance de Eduardo Spohr. Quando esta resenha for ao ar, vários outros já terão sido lançados, mas vamos voltar no tempo e pontuar sobre o primeiro lançamento do autor.
Apesar de bom, o livro tem falhas. Algumas chegam ao ponto de atrapalhar a experiência de leitura. Vamos exemplificar abaixo:

A volta dos que não foram: Se você gosta de flashbacks, ABDA é um prato cheio. O autor mistura a linha do tempo normal com várias idas e voltas. A ideia parece ser explicar as motivações por trás das ações dos personagens, mas tem hora que fica chato.
Fora que nem todos os flashbacks contribuem com a história. ABDA é um livro com 586 páginas, mas que dava pra ter fácil umas 350 ou 400.

Um novo mundo: Eduardo nos traz a uma nova mitologia, a dos anjos. Nova, porque ele criou todo um mundo de características próprias e precisou explicar com cuidado as regras que o regem.
Aqui o autor talvez tenha ficado com receio das pessoas não entenderem e foi repetitivo. Ele explica a mesma coisa várias vezes, irritando um pouco os leitores mais atentos.
Se você joga ou já jogou RPG algum dia terá a vida facilitada. Basta imaginar as diferentes variedades de anjos como classes de personagens de um RPG.

Partiu Machado de Assis: O autor foi extremamente cuidadoso com a escrita. Ele parece ter utilizado um dicionário de sinônimos para substituir certas palavras e buscou um rebuscamento do texto. Ficou um pouco artificial, apesar de muito competente e bem escrito.

Uma boa história: Apresentar todo um novo mundo cheio de personagens e ainda contar uma guerra de proporções titânicas não é tarefa fácil. Por isso, precisamos sim dar um descontinho para as imperfeições do livro e curtir a história.
Vale a pena a leitura, principalmente se você pretende ler os outros três livros que o autor lançou no mesmo mundo de ABDA.
Eduardo Spohr merece o sucesso que vem tendo e esse sucesso está fazendo com que as editoras olhem um pouco mais atenciosamente para o mercado interno.

Avaliação: 3 estrelas de 5 possíveis no Skoob. É um livro interessante, com uma história que vale a pena ser lida, mas que perdeu pontos por causa de alguns detalhes técnicos. Coisa que o autor irá tirar de letra nos próximos.

Postar um comentário